5 dicas para emagrecer com saúde!



A obesidade é uma doença que afeta cada vez mais pessoas na nossa sociedade. Uma alimentação pouco saudável, carregada de alimentos processados, cheios de aditivos, sal e gorduras é uma das razões. Um estilo de vida sedentário e o stress quotidiano são outras causas que estão na sua origem.

A falta de tempo para preparar refeições mais saudáveis e compostas e para alterar o estilo de vida é generalizado, situação deveras preocupante. Comemos cada vez pior, mexemo-nos cada vez menos, somos cada vez mais pesados, sofremos de cada vez mais doenças.

O que é afinal a obesidade?

Genericamente, a obesidade é o excesso de gordura corporal, mas não é apenas sinónimo de alguns quilos acima do seu peso. A obesidade é calculada através do Índice de Massa Corporal (IMC). Relacionando o peso com a altura, o IMC avalia o nível de gordura no seu corpo.

Normalmente, a obesidade aparece quando ingerimos um valor energético muito maior do que aquilo que precisamos/gastamos por dia.

Apesar deste ser o principal fator, a obesidade está também ligada a outros problemas de saúde como diabetes, doenças de coração, hipertensão arterial, hipotiroidismo, colesterol, entre outros.

5 Boas práticas contra a obesidade

Muitas vezes, a ingestão de comida torna-se num vício ou num refúgio, sendo muito difícil conseguir mudar os hábitos de alimentação. Por outro lado, o açúcar é o vício do século e as comidas industrializadas e processadas estão cheias de aditivos que tornam o nosso paladar e organismo dependentes.

As principais estratégias para a luta contra a obesidade passam por reduzir a ingestão alimentar e praticar exercício físico regularmente.

No entanto, primeiro precisa de habituar o seu corpo a estas mudanças. Comece a adotar alguns hábitos que permitam que este novo estilo de vida se torne mais fácil de levar a cabo.

1- Crie um plano de refeições

Para combater a obesidade, as escolhas dos alimentos que ingere são muito importantes. Faça um plano das suas refeições, semanal ou quinzenal. Assim, conseguirá gerir o seu tempo melhor para que tenha espaço na sua agenda para preparar estas refeições.

É muito importante que faça uma dieta com base em alimentos de origem vegetal, proteínas magras e gorduras saudáveis, que a ajudem a combater a obesidade. Saladas coloridas e diversificadas são uma excelente opção, neste tempo mais quente.

O sal, o açúcar e os hidratos de carbono devem ser eliminados da sua alimentação ou reduzidos ao estritamente necessário.

2- Mantenha os alimentos não saudáveis longe

“Longe da vista, longe do coração”. Este ditado popular também pode ser aplicado às estratégias contra a obesidade. Não tenha em casa alimentos que a podem desviar do seu objetivo ou que prejudiquem ainda mais a sua saúde.


O mesmo acontece quando tem que ir almoçar/jantar fora: escolha um restaurante com opções saudáveis. Atualmente, há tanta oferta de restaurantes que já não tem desculpa para não comer comida saudável, mesmo quando faz refeições fora.

3- Seja mais ativo no seu quotidiano

Isto tanto se aplica a uma atividade física regular, como a pequenas alterações que pode fazer no seu quotidiano. Para combater a obesidade não precisa de passar horas a fio no ginásio, até porque o mais provável é sentir-se demasiado cansada no dia seguinte e desmotivar.

O seu corpo está habituado a um estilo sedentário, causa muito frequente da obesidade. Por isso, comece a fazer algumas alterações saudáveis. Por exemplo, suba as escadas em vez de ir de elevador, arranje tempo e escolha o percurso mais distante para caminhar mais até ao trabalho ou casa.

Quando isto já for fácil para o seu corpo, faça caminhadas de 30 minutos por dia. A ideia é ir aumentando gradualmente a prática diária de exercício físico na sua vida.

4- Defina objetivos para controlar os seus resultados

Grande parte das pessoas que sofrem de obesidade estabelecem objetivos pouco realistas para a sua resistência. Por isso, é importante que defina objetivos pequenos e a curto prazo. Os objetivos não precisam de estar relacionados com a quantidade de peso que quer perder.

Tente: “durante um mês vou caminhar algum tempo (10, 15, 20 ou 30 minutos, por exemplo) todos os dias ” ou “no próximo mês vou começar a intercalar a corrida com a caminhada”. O importante é que estes objetivos a mantenham motivada para cumprir o seu objetivo final: combater a obesidade.

Para conseguir medir os resultados, precisa de pesar-se uma vez por semana. Assim, poderá ter uma noção se as medidas que está a tomar estão a ter efeitos ou não. Todos os dias é uma obsessão pouco saudável e rigorosa porque há oscilações de peso, que não merecem consideração.

Contudo, nem só para os números da balança deve olhar. Olhe para si, ouça o seu corpo, meça-o, veja os efeitos da perda de peso na roupa.

5- Escolha aliados para a ajudarem

Ter amigos que a ajudem a cumprir os objetivos é uma ótima estratégia para combater a obesidade. Assim, quando lhe apetecer cometer um “erro” ou quando lhe apetecer desistir, terá alguém que lhe dê apoio para continuar.

Outros aliados contra a obesidade são os suplementos naturais. Sozinhos os seus efeitos não são duradouros, mas conjugados com uma dieta saudável e exercício regular, podem acelerar o processo de emagrecer e desintoxicar o organismo.

Por isso, é importante que compreenda que estes suplementos não vão fazer o trabalho duro por si, mas vão contribuir potenciar os seus esforços.

Se começar a introduzir estas cinco dicas na sua rotina, vai ver resultados na sua saúde e no seu bem-estar. Caso não consiga fazer tudo de uma vez, comece a modificar aos poucos a sua rotina. O importante é que realmente comece a mudar por si, a fazer um esforço contra a obesidade.



Comentar

um + 11 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.